Michael Jackson

Loading...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

DISCOGRAFIA: The Jackson Five - Big Boy - A Gravadora Steeltown Records - O Início

Steeltown Records (The Jackson 5 - Big Boy - Michael Jackson)


Keith Gordon, Falando sobre a Steeltown - Big Boy e Michael Jackson


Record label = (Gravadora)
Selo da Steeltown Saouds
Selo da Steeltown Saouds 2
Capa do Disco "LP" 45 Rotações - The Jackson 5


Na indústria da música, a Gravadora é uma Marca e uma Marca Associada com a Comercialização de Gravações de Música e Vídeos Musicais. Mais comumente, uma Gravadora é a Empresa que Gerencia Marcas, Coordena a Produção, Fabricação, Distribuição, Comercialização e Promoção e Execução de Proteção de Direitos Autorais de Gravações de Som e Vídeos de música, Realiza Talento de Aferição e Desenvolvimento de Novos Artistas ("Artistas e Repertório "ou A & R), e mantém Contratos com Artistas e seus Gerentes (Empresários), Apresentações Públicas do Artista. A "Gravadora" Termo da qual deriva a Etiqueta Circular no centro de um Disco de Vinil que exibe com destaque o Nome do Fabricante, junto com outras Informações.
O LP1 - Big Boy
Steeltown Records Foi uma gravadora de curta duração ativa 1966-1972 e formada por Keith Gordon em Gary, Indiana. É mais conhecida como o rótulo que assinarou o 1º Contrato com os The Jackson 5, um ano antes da Motown assinar com o Grupo.
A Mídeia em torno dos TJ5


Keith Gordon foi a primeira pessoa a oferecer um Contrato de Gravação á Michael Jackson quando começou sua Carreira como um dos Integrantes da Banda Jackson 5 formada por Ele e seus Irmãos. Keith realmente gravou, produziu e liberou seus Registros. A Faixa mais notável Gravada com os Jackson 5, de todas as quatro Faixas que produziu na sua Gravadora Steeltown de Gary, Indiana, é Big Boy. Este Single vendeu regionalmente na área de Chicago, Gary no começo de 1968. Ela foi Gravada em Chicago, em Novembro de 1967, que era considerado como a casa do Som Vibrante, a Alma de Chicago nessa Época, lá eram encontrados Músicos talentozíssimos, Compositores, e Estúdios de Produção. Keith Assinarou com os Jacksons um Contrato de Gravação, Gestão e em Novembro de 1967 num momento em que, curiosamente, nenhum dos numerosos rótulos da Região iria levá-los muito mais longe.

A Capa do LP


A Qualidade e o Potencial ouvido na Gravação de Big Boy eram tais que Jerry Wexler da Atlantic Records procurou Gordon Keith para fazer um acordo com ele, afim de distribuí-lo em ATCO e as distribuições desta gravação Steeltown ainda existem, como Precedentes da Versão Steeltown sozinha. O do Salão Rock and Roll of Fame e o Museu possuem uma Cópia de uma das Gravações Steeltown Produzidas por Mr. Keith, We Don’t Have To Be Over 21 (To Fall in Love), e esta Gravação em 45 Rotações estava em exibição lá em 2010.
LP - Tell The Story


Keith Gordon era um vocalista (Cantor), e em virtude disto formou com mais quatro sócios a Gravadora Steeltown Records para poderem Gravar seus próprios Singles e Composições e poderem Assinar e Registrar além do próprio Material Discográfico, também o talento local e em torno de Gary, Indiana. E a qualidade da Cultura Musical e da Dança no Leste de Chicago e Gary era muito alta . Vivian Carter, fundador da Registros Veejay, e The Spaniels, um Grupo proeminentes de Doowop, são exemplos da Cultura Musical de Gary. Keith afirma que cada Artista descoberto, Assinava um Contrato e a Gravadora Assumia a responsabilidade sobre os Lucro de qualquer Grupo ou Artista que Assinavam com eles, usando Steeltown como uma plataforma uma proteção para promover o reconhecimento do seu Nome ou de sua Marca. Keith comenta que seguiu Carreira Solo como Vocalista (Cantor), porque cansou da falta de disciplina e empenho de muitos dos vocalistas (Cantores) jovens. Cantou com Doowop. Portanto como Empresário, não estava olhando só para o Talento, pois, não procurava só por isso, os Artistas deveriam apresentar a união de Talento com uma Atitude Profissional Disciplinada e Compromisso.
Quando o mundo parou neste verão o olhar para trás na carreira extraordinária de Michael Jackson, um Capítulo que faltava em todas as retrospectivas, que pulou direto do Jackson Five pela sua formação em Gary, Indiana, a sua ascensão ao estrelato explosivo na Motown Records. Embora, que além das gravações de Elvis ou dos Beatles, terem sido as únicas outras Estrelas do Pop além de Michael Jackson que tiveram os documentado tão meticulosamente preservados de sua Carreira em quase toda sua magnitude. Nem mesmo os Colecionadores mais obsessivos tem toda a história por trás do "Big Boy", da Banda Jackson Five que foi o seu 1° (Primeiro) single.


Os Fãs mais obstinados sabem que foi gravado no fim de 1967 e Lançado no início de 1968 pela Gravadora Steeltown Records de Gary. Mas a maioria do resto das informações lá fora, é falha ou incompleta. A Minissérie de 1992 The Jacksons: An American Dream ficcionaliza a sessão, colocando-o em 1966 e fingindo, provavelmente por motivos de licenciamento, que os Jacksons gravaram um cover em "Kansas City". Mesmo a Autobiografia elaborada pelo próprio Michael em 1988, Moonwalk, recebeu a maior parte dos detalhes erradas o que não é nada surpreendente, dado que ele tinha nove anos na época. E ao meu conhecimento nenhum relato publicado já mencionou que "Big Boy" foi Editado e Gravado em Chicago.
Os Documentos Confirmam - Sua Legitimidade


O que você está prestes a ler não é apenas um relato detalhado dos Jackson Five sessão Steeltown mas, aqui ele apresenta também provas convincentes de que, a então, Banda já teria estado desenvolvendo trabalhos de Gravação com uma das mais importantes personalidades da Raça Negra (Afro-descendentes) de Chicago que eram proprietarios de Marcas (etiquetas (Gravações) um episódio anteriormente perdido completamente da história). Mais interessantes ainda, foram os esforços desta Gravadora que incluiu uma sessão de Gravação ainda mais cedo.
Meus esforços para chegar e resgatar na memória das pessoas mais próximas a essa sessão resultou na descoberta de que muitos Fãs do Rei do Pop vão descobrir que o artefato final: de um Estúdio de Gravação, aparentemente registrado pela Banda Jackson Five, que antecede há mais de 40 anos ter sido considerada a mais antiga Gravação da Banda. Em outras palavras, a primeira Gravação de Michael Jackson profissional.
Qualquer tentativa que Você faça de preencher algumas das páginas em branco da história inicial do Jackson Five, vai logo descobrir que há alguns fatos sobre os quais quaisquer não há duas testemunhas que concordem. Praticamente todo mundo diz que encontrarou a Banda durante seus anos de formação, por exemplo, alguns afirmam ter descoberto Michael.
Algumas reivindicações são razoáveis: Os Professores Genevieve Gray e Yjean Chambers de Roosevelt High apresentaram aos irmãos Jackson a dinâmica de construção do seu talento a partir de 1965.
Outros são ridículas: exemplo: Motown Berry Gordy fabricou em 1969 que a banda teria sido uma "descoberta" de Diana Ross, mas, tudo não passou de uma jogada de Marketing para a Banda sustentar a Campanha Publicitária.
Já Gordon Keith da Steeltown Registros, e seu co-fundador , 70 Anos, é o homem com o maior número de Evidências tangíveis para fazer afirmações, a respeito desse inicio de carreira tanto de Michael quanto da Banda Jackson 5, ele estima que "Big Boy" vendeu mais de 60.000 Cópias.

Keith Gordon, Falando sobre - Big Boy e Michael Jackson


Muitos fizeram (ganharam) e perderam milhões nas costas dos Jacksons, mas as Fortunas de Keith mantiveram-se praticamente inalteradas desde os meados dos anos 60, quando fundou a Steeltown com mais quatro parceiros: Ben Brown, Ludie Washington, Maurice Rodgers, e Willie Spencer.
O ex-trabalhador de siderúrgica ainda vive no endereço de Gary que esta Impresso na Primeira Prensagem de "Big Boy". Estes dias a maioria das conversas que ele teve sobre os Jacksons voltava-se para reflexões amargas sobre a " Dupla Cruz ", que diz, carregou com ele: Joseph Jackson e Gordy Berry são os piores dos antagonistas de muitas dessas histórias, mas ele ainda acha que o surgimento praticamente em sua porta da Banda como uma intervenção divina. Deus, diz ele, lhe deu o dom de uma Banda que estava pronta.
Ben Brown

Em 1967 Steeltown havia lançado vários singles sem no entanto chegar às paradas hit. Keith tinha visto o suficiente dos Jackson Five em Cartazes passeando pela cidade para convencer-se de que o Grupo era trabalhador, imaginou então, que poderia vir a fechar um Contrato e que este, seria uma oportunidade rara, que afinal poderia reunir o Talento de Jovens combinado com a Disciplina.
Sêlo 3
A Audition
Observava os Cartazes de Publicidade que haviam em torno das Performances (Apresentações Artísitcas) em Gary por um Grupo de jovens chamado de Jackson 5, além de Johnny, na percussão. Keith estava intrigado com que freqüência e regularidade eram divulgados elogios explícitos sobre o alto nível de compromisso com a sua Música.
A Família
Keith queria falar com o reponsável ou Empresário da Banda Jackson 5, e conhcê-los. Obteve o número do telefone da Família Jackson de Músicos locais, os Irmãos Sherl, que assim como o Jackson 5, estavam tendo Aulas de Vocal e Música com uma Professora de Música Local, Shirley Cartman. Telefonando para Joseph "Joe" Jackson foi convidado a ir até sua casa na 2300 Jackson para conhecer e ver os Meninos Performando, como numa Audição.
Keith recorda como: "Eles se apresentaram perfeitamente na sala de estar de sua Casa. A mobília foi empurrada para trás. E, Eles e seus Equipamentos usaram praticamente toda a sala. A família inteira estava lá, Janet era um bebê nos braços de Dona Katherine. Eles estavam se preparando e havia uma corda grossa esticada entre dois dos amplificadores Michael estava próximo. Ela vinha até o seu peito. A partir de onde ele estava de pé, sem tomar impulso para correr, ele saltou para cima numa posição de pés juntos direito sobre a Caixa do Amplificador para limpá-la. Bem, desse momento em diante Ele tinha toda a minha atenção. Eu sabia que estava olhando para um Menino que era Sobre-Humano. Quando eles cantaram, Michael cantava como um anjo. Jermaine também tinha uma grande voz. Jackie poderia levar uma melodia. Marlon podia realmente dançar. Mas quando Michael dançou, todos cantando ao mesmo tempo, ele acabou com James Brown, Jackie Wilson, Fred Astaire e qualquer outra pessoa que você pode nomear. Eles cantaram alguns Sigles de James Brown, "Cold Sweat", Jackie Wilson, "Doggin Around", alguns Smokey Robinson, The Temptations, "My Girl" e "Just My Imagination". Bem, eu estava pasmo. Nocauteado. Desintegrado. Sem palavras.”
Uma Audição parecida com esta teria acontecido na Casa dos Jacksons à Época para Gordon Keuth
 

A Marca da banda
Mesmo assim, a questão de quem realmente conseguiu o 1° Contrato com a Banda foi complicado. Mais tarde Joseph iria fechar Acordos, muitas vezes se sobrepunha, com quem ele pensava que poderia ajudar os Meninos a chegarem cada vez mais longe, e dois dos principais Empresários foram WVON disco jockeys Pervis Spann e E. Rodney Jones.
No final de 1965 ou início de 1966 um triunfante Jackson Five aparencia com seu incotestável Talento no Regal Theater de Chicago, e tinham impressionado tanto a Spann, que ele e Jones se ofereceram para gerenciar o Grupo. (e em virtude disto, Spann também freqüentemente leva o crédito pela descoberta Michael.) Keith lembra de Jones (que morreu em 2004), que alegava ter gasto dezenas de milhares de dólares para promover o grupo sem sucesso. Keith pensou que era estranho, considerando sua fama e o quanto Spann e Jones eram e foram influentes , mas ele ficou emocionado ao assiná-los de qualquer maneira.
E. Rodney Jones

Gary tinha um estúdio de gravação, dirigida por Bud Pressner, um saxofonista que, no decurso de uma carreira de 50 anos como artista e engenheiro trabalhou em tudo, desde o seu próprio Repertório de músicas da Pressner Orchestra nos anos 40 a música house raunchy até o final dos anos 80. Mas Keith decidiu que esta gravação merecia da cidade grande um pouco do seu brilho, e arranjou para que Eles, os Meninos fizessem a Gravação em Chicago.
O Pequeno Michael
Então, depois da Escola numa tarde em novembro de 1967, Michael, 9, Marlon, 10, Jermaine, 12, Tito, 14, e Jackie, 16, empilhados na Volkswagen da Família com Joseph, fizeram o caminho, o percurso do Estado de Gary até o Bairro de Chicago o Englewood Oeste, e foram para o estacionamento na frente do Estúdio de Gravação que apresentava-se ainda ensolarado quando chegaram na Sawyer na West 69. Hoje esse Endereço é um terreno baldio invadido por seis pés de Árvores e ervas daninhas, vizinhos do último sobrevivente dos edifícios comerciais na Taberna Bloco-A chamado de Mitchell, que é conectado a Food and Liquor do Arco-Íris e uma Farmácia . Mas, no final dos anos 60 foi o coração do distrito dos Negócios Movimentados.
The Jackson Five
A Banda Familiar - The jackson 5
De Baixo para Cima, da Esquerda para Direita: Michael, Marlon, Jackie, Tito e Jermaine
Esta deveria ser a história do Jackson Five e o seu 1° (Primeiro) single, Gravado em Chicago em 1967. Mas ao escrevê-lo, Jake Austen pegou a Cópia de uma Fita que existia e que ninguém sabia: Era uma Gravação mais Antiga conhecida pelo Estúdio de Michael Jackson e seus Irmãos.
A Banda Completa e um Convidado Especial


O Jackson Five: Marlon, Tito, Jackie, Jermaine, Michael e, com Johnny Jackson (nenhum parentesco) na bateria

Um empresário ambicioso, Sawyer estava correndo com um pequeno Registro pressionando-pela chamada da Apex 2009 W. em 1969.
Quando, por volta de 1965, ele se Associou com um Engenheiro de Gravação mais velho, Vaughn Morrison, que projetou e construiu um Estúdio de uma porta a oeste. A maioria das pessoas conhecia estúdio ensolarado Sawyer outros simplesmente foram chamados pela Apex, mas o nome pintado em sua fachada de tijolos e vidro , foi Morrison Sound Studio. Em 61 Morrison tinha produzido um hit pop top-ten ", This Time", por Indiana Troy Shondell nativa.
"Morrison era um gênio", diz o lendário engenheiro de Chicago Ed Cody, que muitas vezes o contratou para fazer carimbos (Marcas) para seus Registros. "Conhecem muito bem." Apesar de relativamente pequeno, talvez 1,200 pés da praça, a sala de gravação tinha um teto arredondado projetado para dispersar o som de maneira uniforme. "Acusticamente era uma sala ao vivo, em vez de um estúdio acústico de som grande", lembra Jerry Mundo, um músico e compositor que freqüentemente trabalhava lá. "Não absorvia boa parte do som, para a maioria das coisas que fizemos saiu brilhante e bem definida." O estúdio foi abastecido com microfones de alta qualidade e um gravador de quatro pistas austríaco Ampex MR-70 , uma máquina top-of-the-line caro. "Infelizmente," Mundo diz, "apenas três faixas estavam trabalhando, então nós teríamos que misturar para baixo e fazer um ping-pong. Foi tedioso, mas foi melhor do que ter uma faixa ou duas faixas."
A Banda A Galáxias
Em 1967 Sawyer tinha comprado o Estúdio e Morrison estava fora. Logo no início ele fez alguns trabalhos com uma vaidade artistística de Imprensa sul do lado do Evangelho que pagaria para gravar, e depois levar para casa umas 500 cópias para vender ou distribuir na igreja. Um bom engenheiro com um bom ouvido que havia trabalhado na Universal, o estúdio top na cidade, Sawyer também lançou rock 'n roll ", R & B, e alguns Artistas de blues como Mighty Joe Young, Robinson Fenton, e Taylor Josephine em sua próprias etiquetas (Marcas), Palos, New Breed, e Betty-o último nome de sua esposa, que junto com outra mulher operada a maquinaria da fábrica pressionando enquanto ele corria o estúdio. Negócio foi decente, mas os vizinhos se queixaram do baixo crescendo vazando para a sua lavanderia e mercearia. "Às vezes, batendo para fora os atolamentos, você começa lá em cima no dBs," Mundo diz. "Para conseguir o seu som quente, você vai ter algum sangramento fora da porta."
De acordo com Mundo, os Empresários do bairro, que eram então predominantemente brancos também foram intimidados pelo fluxo constante de bluesmen Negros que entravam para o Late-Night Sessões. Em 1969 o Proprietário Sawyer tinha rescindido o Contrato de Arrendamento, forçando-o a mudar-se para 72 e Racine.
Mas é improvável que os vizinhos tenham ficado intimidados pelos visitantes naquele dia de outono em 67. "The Jacksons foram uns anjinhos", diz Sawyer , "e verdadeiros profissionais, fazendo suas próprias coisas." Joseph tinha treinado Tito na guitarra e Jermaine no baixo e um jovens amigo da família, Johnny Jackson (nenhum parentesco, embora Motown viesse à colocá-lo como um primo) foi um excelente baterista. Todos trabalharam nas três gravações, mas Keith, Tito e Jermaine complementavam com músicos adultos, incluindo Richard Brown na guitarra base, Young Freddie na guitarra, e Ray Grimes no baixo. Ele trouxe Lamont King em bongos e um Músico que tocava conga cujo nome ele se esquece (embora se lembre que era um sobrinho do deejay Daddy-O Daylie).
Keith era co-proprietário da Steeltown e Ludie Washington (que mais tarde gravou seu próprios lados como Lou D. Washington e mudou para a Califórnia para atuar em filmes como UHF e House Party) cantou harmonias de backup em "Big Boy", juntamente com Gary Bridgeman Delroy vocalista.
Bridgeman tinha sido membro de uma doo-wop 50s grupo chamado de os senadores, que gravou para a Vee-Jay Abner subsidiária, e coloca Sawyer foi bastante modesto em comparação com estúdios que ele usou em seu apogeu. "Você provavelmente poderia colocar o estúdio em que estávamos em um dos espaços do escritório da Universal ", diz ele. Enquanto muitas operações no Corredor da Michigan Avenue Record tinha escritórios, salas de ensaio, e lugares para que os músicos descansarem, o Estúdio da Sawyer consistia em nada mais do que na sala ao vivo (onde um piano e bateria pegou uma boa quantidade de espaço), uma pequena sala de controle, e um banheiro.

A Banda Comerciantes da Alma

Em uma única sessão longa o grupo gravou quatro músicas, que diz Keith já estavam em seu repertório. "Big Boy" foi pelo saxofonista Eddie Silvers, que na época estava tocando em um grupo chamado Merchants Alma e trabalhando como diretor musical de Chicago R & B label One-derful Records. Seu lado B eventual, "You've Changed", a faixa Steeltown apenas os Jacksons iria gravar novamente para Motown é por Gary nativa Jerry Reese. "We do not have to be 21" foi por Sherman Nesbary, um escritor prolífico Chicago que gravou sob vários nomes, incluindo Verble Domino e Little & Sherman o Swingers Mod. Autoria da quearta canção, "Some Girls Want Me to your lover," não é clara.
Jackson 5 - We Don't Have To Be Over 21 (To Fall In Love) (Steeltown Records) - - You Tube
 

Jackson 5 - Michael The Lover (Steeltown Records) - - You Tube


Moonwalk
Capa do Livro Moonwalk - Michael Jackson
Embora em Moonwalk Michael se lembre de ter sido tonto de colocar um par de fones de ouvido grandes demais e cantar em um Estúdio com os músicos adulto, ele estava longe de ser despreparado. Além de ensaiar em casa exaustivamente tinha agitadas noites de Amadores e Concursos de Talentos como Pristine dez minutos sets, os irmãos também foram fazendo shows Adequados em Boates de Chicago como Burning Spear Spann e o Clube Confidential, onde eles tiveram uma atuação regular, às vezes Trabalhando com vários conjuntos, na boate Mr. Lucky em Gary. Joe tinha até comprado um microfone para a sua casa para ajudar os meninos a se acostumarem a cantar em um.

A Banda The Senators

Apesar do profissionalismo das Crianças, a Sessão de Gravação foi cansativa, em parte porque a pista mortos Ampex significou que teve que parar mais vezes para misturar-se e liberar espaço na fita. Como a noite avançava os Meninos se cansaram. "Lembro-me de olhar para o relógio que havia lá que marcava 10 ou 11 da Noite e olhar para estes Jovens até tão Tarde que tinham ido a escola mais cedo", diz Bridgeman.
"Eu saí do Estúdio e trouxe-lhes Sanduíches, porque não tinham comido desde que eu não sei o tempo. Tinham sido muito intensas as horas de Gravação para pararmos para comer."
Embora os Jacksons tenham terminado todas as suas Faixas Gravaram rapidamente como numa maratona, Bridgeman diz que ele e mais dois outros vocalistas, Solomon e George Ard Rias, voltaram a Sawyer para refazer alguns Trechos (backups). Keith lembra trazendo as fitas para o Estúdio Pressner em Gary para a Mixagem e Masterização. Em Moonwalk Michael, lembra da Gravação em um Estúdio que ele identifica como Keith nas manhãs de sábado depois de assistir a desenhos animados Roadrunner, mas ele provavelmente misturou as Viagens ao Pressner com a Gravação da sessão, a única coisa que os Meninos fizeram em Pressner, de acordo com Keith, foi observar Pós-Produção. Keith mandou então a Gravação Mestre para a Planta Summit pressionando (Fazer a Prenssagem dos LPs) em Willow Springs, Illinois, e quando os Registros voltaram Pôs Lançamento Oficial do Single para 31 de Janeiro de 1968. The Jacksons Five começaram a Vender em Feiras as Cópias de 45rps, e Steeltown começou a trabalhar para conseguir uma rádio local para dar a "Big Boy", e dar um spin, fazendo a divulgação.
Com todas as Homenagens a Michael Jackson, pouca atenção foi dada ao início da História do The Jackson Five, especialmente as suas gravações Pré-Motown. Nós temos procurado o clássico Urban Harmony Arquivos para lhes trazer um Registro Fotográfico de alguns dos Registros mais raros Colecionáveis do Jackson Five.
Os Jackson Five eram de Gary, Indiana, na época uma cidade rica em história de Harmonia Vocal. Os mais velhos dos irmãos Jackson (Tito e Jermaine) participaram da Roosevelt High School, a mesma escola que lançou a Carreira da Década de 1950 dos R & B Grupos, os Spaniels. [Michael deixou a cidade de Gary quando ainda tinha Onze anos, mas mais tarde foi dado a Ele um Grau Honorário de Roosevelt.)
Na verdade, a Casa do Jackson em 2300 Jackson Street foi só um casa de quarteirões de onde os Spaniels 'James Pookie Hudson cresceram na Delaney Projetos de Habitação. Há alguns relatos de que os irmãos Jackson 'Pai, Joe Jackson, ocasionalmente Cantavam com as Quatro Bees, precursores dos Spaniels, mas não temos sido capazes de confirmar isso. Joe Jackson em seus anos anteriores tocava Guitarra com seu próprio Grupo The Falcons. Acreditamos que não há conexão com o seu grupo e os Falcons mais famosos que eram de Detroit.
O Jackson Five Assinou com os Registros locais de Keith Gordon na Gravadora Steeltown Records em Novembro de 1967. Keith também tinha os Rótulos de Calumet BoMoKeith.
O Primeiro Registro para Steeltown (# 681) era "Big Boy" b / w "you've changed" do Jackson Five, que saiu em uma etiqueta laranja sem "Distribuído pela Atco" na parte inferior. Steeltown estava em todas as letras maiúsculas. O primeiro disco saiu em janeiro de 1968 e muito poucas cópias foram feitas. Provavelmente foi apenas vendido pelo Jackson Five nos seus desempenhos (Performances / Shows) em torno de Gary, IN.
Nós nunca tivemos uma cópia desta primeira imprensa em nossos arquivos.

Dentro de alguns meses, "Big Boy" foi pego para distribuição também pela Atco Records. Cópias subsequentes tinham sido "Distribuídas pela Atco Records, 1841 Broadway New York, NY" na parte inferior do rótulo. Promocionais (DJ) estas cópias eram em brancos, cópias de ações estavam em vermelho. Também vimos uma cópia do rótulo promo branco com apenas o "S" do capital de uma Steeltown, e o nome da etiqueta em papel certificado.
Jackson 5 - Big Boy (Steeltown Records) - - You Tube
 

Jackson 5 - You've Changed (Steeltown Records) - - You Tube


Cópia do Promo de Steeltown 681, Variação Segundo Rótulo.
(Do clássico Urban Harmony Archives)
LP 45 Rotações - Branco - Steeltown Records

Cópia do Estoque Steeltown 681, variação segundo rótulo.
(Do clássico Urban Harmony Archives)
2º Rótulo - Steeltown - Vermelho

Jackson Five Segundo Registro foi “You Don’t Have To Be Over 21" "Jam Session" b / w. Este registro foi emitido como STEEL-TOWN 682 em uma etiqueta Azul com nenhuma distribuição. Temos uma outra variação, sem número de etiqueta e "Distribuído por VWM Distribuidores, 1630 Broadway, Gary, Indiana "no topo do rótulo. Presumivelmente, este ficou em segundo lugar.
Cópia do Steeltown 682, variação de primeira etiqueta.
(Do clássico Urban Harmony Archives)
Steel - Town - Records, Inc - Gary - Ind / Pro. by Gordon Keith Sandy Wilborn

Cópia do Steeltown 682, variação segundo rótulo.
(Do clássico Urban Harmony Archives)
Steel-Town - Records Inc Side A - Prod. by Wilton Crump & mark Davis


Uma versão Steeltown controversa é # 688, lançado no final de 1968. “Let Me Carry Your School Books” b/w “I Never had A Girl” by “The Ripples and Waves Plus Michael” soava semelhante ao Jackson Five e todos suspeitavam que poderia ser os Jackson Five. Informações recentes, descobertas por www.indiana45s.com concluiu que as Gravações e ondas sonoras nela ouvidas não são dos Jackson Five, mas um outro Grupo de Gary anterior, IN, e sim a Gravação refere-se a esse Grupo para a Steeltown. Nós incluímos uma foto de jornal publicada em seu site da Ripples & Waves (abaixo). Além disso, uma fonte confiável informou-nos que o Plus Michael não é Michael Jackson.
Na Verdade houve uma confunsão entre as Duas Bandas uma vez que fazeram Trabalhos com a mesma Gravadora...
Foto de jornal da Ripples & Waves, ca. 1968
(a partir de
www.indiana45s.com)

O single - Big Boy - (A Música)
A Foto da 1ª Formação da Banda Jackson 5


"Big Boy" foi o primeiro single lançado pela banda americana de R&B e Soul, Jackson 5 em 1968 pela gravadora Steeltown Records. É também a primeira música gravada com os vocais do cantor Michael Jackson.

"Big Boy" foi o primeiro single Lançado pelo The Jackson 5, em Janeiro de 1968, através de Registros (Marca) Steeltown. O Grupo Gravou e Tocou os instrumentos em muitas das suas Composições pela Steeltown, incluindo "Big Boy". A Canção não foi nem um Sucesso de Crítica, nem Comercial, mas no entanto, a Família Jackson ficou encantada com o resultado.

O Single
O Jackson 5 laçaria uma Segunda Gravação com a Steeltown Registros antes de Assinar um Novo Contrato com a Gravadora Motown. Estas Gravações do Grupo no Steeltown registros haviam-se pensado como perdidas, mas foram redescobertas mais de 25 anos depois, e foram remasterizados e reeditadas em 1995, com o "Big Boy" como o Single Promocional.

Primeiro Contrato de Gravação e Single


O Jackson 5 começou sua carreira apresentando-se em concursos de talentos, que muitas vezes ganhar. Durante uma apresentação no Beckman Junior High, o grupo foi levado ao conhecimento de Gordon Keith-proprietário da Steeltown Records, uma empresa com sede na cidade natal do grupo de Gary, Indiana. Ele assinou as crianças para um contrato de gravação limitada. A banda gravou com seus instrumentos e um grupo de apoio nos fins de semana. Michael Jackson cantou os vocais na maioria das faixas e os irmãos produziram muito do material si, incluindo a faixa "Big Boy", que levou algumas horas para gravar e foi escrito por Ed Silver. Ao Grupo foi pagos três centavos para cada registro vendido, que foi dividido igualmente entre os cinco membros. O Grupo Lançou seu primeiro no A-side de um Disco 45 Rotações, o Single, "Big Boy" em 30 de Janeiro de 1968. Ele foi acompanhado no B-side (Lado B) do Single "You've Changed". Os irmãos viriam a Apresentar "Big Boy" em Clubes de Striptese que eram numerosas no início de sua vida Artística Primitiva – (Ou incial).


Recepção e Família Jackson


A família Jackson se reuniu em torno de um Rádio para ouvir a Transmissão da Canção pela 1ª (Primeira) vez. Michael Jackson que tinha 9 anos de idade no momento disse da experiência: "[A família] Todos riram e se abraçaram. Sentimos que tínhamos chegado. O "Big Boy" Single não aparece em nenhuma das paradas da Billboard de Música, mas vendeu mais de 10.000 copias.

Deixando Steeltown


O Jackson 5 lançaria um segundo Single pela final através de Steeltown Registros "You Don’t Have To Be Over 21". Os dois singles estavam para serem apoiados por um Álbum deEstúdio Onze Faixas, mas. este nunca foi Lançado. Em 26 de julho de 1968, o Grupo Assinou um Contrato com a Gravadora Motown Records. No entanto, como o Contrato do Grupo com a Gravadora Steeltown ainda não tinha terminado, o Novo Contrato não poderia ser totalmente Trabalhado até 11 de Março de 1969. A Gravadora Motown Records tentou fazer com que o Grupo conseguice sair fora das exigências do seu Contrato com a Gravadora Steeltown e, finalmente, conseguiu fazê-lo através de uma liquidação financeira do mesmo.
Redescoberta

As Fitas Master Originais, de "Big Boy" que acreditavam-se estarem perdidas, foram encontradas em 1994, um Amigo da Família de Ben Brown encontrou as Fitas na despensa da cozinha de seus pais, Brown reeditou o recorde em 1995, nos Registros do Rótulo Invertido uma semana. antes do Álbum de Michael Jackson HIStory ser Lançado. Ele também remasterizou a Canção, e passou à Vendê-lo por Correspondência, junto com uma Versão Instrumental, em um Kit de Edição Limitada que consiste de um Disco Compacto e Fita Cassete, o Kit pode ser Adquirido a um Custo de aproximadamente US $ 30 (Trinta Dolares). A reedição de "Big Boy" foi Promovida com um Vídeo Musical.Em 2009, Keith Gordon colocou os Itens da era Steeltown em leilão, incluindo "um número considerável condição cópias inéditas de " Big Boy " em 45 rpm (Rotações Por Minuto) e 100 cópias de "We Don't Have To Be Over 21 (to Fall in Love)". Keith disse: "Eu poderia usar o dinheiro ... eu acho que esses caras estão fora do meu alcance ... eu realmente não ganhei dinheiro real para ele".
 
Edição Limitada - The jackson Five - Their First Recording!
 
"Big Boy"

B-side


"You've Changed"


Released


January 30, 1968
June 14, 1995 (US)


Recorded


November 1967






Length


3:00 (Original record)
3:36 (CD release)








Ed Silver




The Jackson 5

Jackson 5           singles chronology


Big Boy (1968)

"We Don't Have To Be Over 21 (to Fall in Love)"
(1968)
References
· George, Nelson (2004). Michael Jackson: The Ultimate Collection booklet. Sony BMG.· Taraborrelli, J. Randy (2004). The Magic and the Madness. Terra Alta, WV: Headline. ISBN 0330420054.
· Warner, Jay (2006). On this Day in Black Music History. Milwaukee, WI: Hal Leonard Corporation. ISBN 0634099264. (1968) - "Big Boy/You've Changed" - 10,000+ copies sold.
Notes
1. ^ a b c d e Taraborrelli, p. 36–37
3. ^ a b "Young Michael Jackson's 1st Record to Be Re-Released". Chicago Sun-Times. June 18, 1994.
4. ^ a b Mankiewicz, Josh (November 21, 2003). "Michael Jackson: Unmasked". MSNBC. http://www.msnbc.msn.com/id/3080055/. Retrieved January 09, 2008.
5. ^ George, p. 31
7. ^ a b "Early Jackson 5 Records Set For Re-release On CD". (June 14, 1995). San Jose Mercury News.
8. ^ Taraborrelli, p. 48
9.^ Taraborrelli, p. 51
10. ^ Warner, p.170
11. ^ Susan Bickelhaupt and Ellen O'Brien. (May 15, 1995). "Something Old From The Jackson 5". The Boston Globe.
 
 
 
 
 
 






















 

     



























     

























    

    Nenhum comentário: